Dia Internacional das Juízas celebra participação feminina plena e igualitária

Dia Internacional das Juízas celebra participação feminina plena e igualitária

Dia Internacional das Juízas celebra participação feminina plena e igualitária

O dia 10 de março de 2022 vai inaugurar um novo momento que destaca o avanço da presença feminina nos espaços de poder: o primeiro Dia Internacional das Juízas. A data foi designada pela Organização das Nações Unidas (ONU), durante a 15ª Conferência Bianual da Associação Internacional de Mulheres Juízas realizada em março de 2021. A definição está em concordância com a Agenda 2030, um plano de ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas. Um dos focos é promover vida digna a todos.

Para apresentar melhor o tema, o site da ONU publicou o texto “Justiça com perspectiva de gênero” ( site https://www.un.org/es/observances/women-judges-day) no qual destaca a importância da representação das mulheres no Judiciário. De acordo com a publicação, essa participação feminina é fundamental para garantir que os tribunais representem seus cidadãos e abordem suas preocupações proferindo julgamentos sólidos, pois as juízas reforçam a legitimidade dos tribunais, enviando um forte sinal de que são abertos e acessíveis àqueles que procuram recorrer à justiça.

O texto ressalta, ainda, que a entrada de mulheres juízas em espaços dos quais, historicamente, foram excluídas tem sido um passo positivo na direção de que os judiciários sejam percebidos como mais transparentes, inclusivos e representativos das pessoas que deles precisam. E pondera que a nova data instituída reafirma o compromisso de desenvolver e implementar estratégias e planos nacionais apropriados e eficazes para o avanço das mulheres nos sistemas e instituições de justiça judicial nos níveis de liderança, gestão e outros.

Para a juíza federal da 9ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal, Maria Candida Carvalho Monteiro de Almeida, Membro da Comissão TRF1 Mulheres, o estabelecimento da data é mais uma maneira de incentivar e promover a consciência de participação ativa das mulheres na Justiça e demais espaços de poder. “Ao dedicar esta data para comemorar o Dia Internacional das Juízas, as Nações Unidas reconhecem que a participação plena das juízas, em pé de igualdade com os homens, é essencial para que o sistema judicial cumpra o seu papel de promover a justiça, a paz social e a democracia. Reconhecem também que, apesar da importância da representatividade feminina, o percentual de mulheres a ocupar cargos da magistratura, em especial nas instâncias superiores, ainda é insuficiente. E nos convidam à reflexão e à mobilização para ampliarmos a presença das mulheres no Poder Judiciário”, afirmou.

APS, com informações site Naciones Unidas.

Fonte: Tribunal Regional Federal da 1ª Região

45 visualização(ões)

Ultima visualização: 16/05/2022 06:34

#Notícias